Blog

10/02/2017

A esperança abre novos horizontes

Por Pe. Erivaldo Dantas, ssp

O Papa Francisco, na última quinta-feira, 9, escreveu na sua conta no twitter que “a esperança abre novos horizontes”. Uma forma de manifestar ao mundo que, mesmo diante dos desafios cotidianos da vida, não se pode perder a esperança, ainda que muitas vezes essa esperança pareça sobreposta às contradições políticas, econômicas e sociais que querem nos fazer sucumbir.

O mundo vem passando por grandes provações, consequência das injustiças e egoísmos humanos que se exaltam e se impõem, provocando danos irreparáveis a centenas de milhares de pessoas, que muitas vezes veem suas esperanças comprometidas e desacreditadas.

São muitas as realidades que precisam manter viva a esperança.

Quando, por exemplo, um barco de imigrantes cruza o mar Mediterrâneo, vemos centenas de pessoas indo ao encontro de seus sonhos, e por isso elas não pensam se o barco vai afundar, se elas vão chegar ao seu lugar de destino, porque tudo o que elas desejam é encontrar um novo horizonte, uma luz que dê sentido às suas vidas, pois elas estão cansadas das injustiças humanas que as acometem todos os dias.

Quando um governo manifesta publicamente a criação de um muro, separando povos e nações, esse mesmo governo tira dos mais frágeis a possibilidade de sonhar, rouba deles a esperança e os impossibilita de enxergar novos horizontes.

Quando num país, chamado Brasil, deparamos com uma política suja e corrupta, vemos o caos se propagar como peste sem controle. A cura para essa “peste” pode levar anos para ser encontrada. E enquanto a cura não chega vemos o desmanche de sonhos e projetos que foram pegos de surpresa pelo desemprego, pela falta de saúde, de segurança e de confiança.

Mas, mesmo diante dessas realidades conflituosas, o twitter do Papa Francisco nos diz que vale a pena ter esperança, porque ela sempre nos apontará para novos horizontes. Ainda que a travessia seja difícil, que os “muros” tampem nossa visão ou que o caos político venha a nos atingir, é preciso acreditar em nossos sonhos e vislumbrar novos horizontes, para que a esperança possa sobreviver.

, ,