Etapas de Formação

Animação-Vocacional

A animação vocacional é um serviço de apresentação do carisma paulino para o discernimento de jovens que se sentem interpelados pelo chamado divino. Prioriza os jovens com desejo de engajamento da própria vida em favor do bem comum, animados a fazer algo pelas pessoas do nosso tempo, como aqueles envolvidos em atividades pastorais e movimentos eclesiais.

A animação vocacional tem por objetivo rezar pelas vocações, apresentar o ideal paulino, acompanhar e orientar os jovens que se sentem chamados ao seguimento de Cristo, e identificar dentre eles os candidatos à nossa missão.

O acompanhamento, que busca o conhecimento mútuo entre o vocacionado e a congregação, se faz mediante e-mail, telefonemas e cartas, encontros. Faça-se ao menos uma visita à casa do vocacionado e possivelmente o vocacionado seja recebido em alguma casa dos paulinos.

Propedeutico

É o período que antecede o Aspirantado, no qual o jovem recebe primordialmente formação humana e catequética referentes ao Paulino, e também conteúdos doutrinais fundamentais da fé cristã, instruções litúrgicas essenciais e aperfeiçoamento no conhecimento da língua portuguesa.

Objetivo do propedêutico é ajudar o vocacionado a aprofundar o discernimento do chamado que Deus lhe faz, de modo a perceber se pode corresponder a esse chamado no exercício da missão do Paulino e na vida de comunidade.

Durante o propedêutico, o jovem deverá fazer experiência prática do apostolado paulino, possivelmente na revisão de publicações e atendimento em livrarias.

Em princípio, o propedêutico tem a duração de um ano, e não se prevê a frequência a cursos acadêmicos.

Etapa na qual deverá, ordinariamente, cursar os dois primeiros anos da faculdade de Comunicação Social e Filosofia.

Objetivo desta etapa é aprofundar em casa o conhecimento de si mesmo, da espiritualidade e do apostolado paulino, além dos estudos acadêmicos.

Durante o Aspirantado deve-se estudar língua italiana ao menos por dois anos.

Tempo de preparação para o noviciado, o postulado ajuda o candidato a perceber concretamente a própria vocação em relação com o carisma Paulino. Ordinariamente, nesse período se cursa o terceiro ano da faculdade de Comunicação Social e Filosofia.

Nessa etapa, deve-se verificar de modo particular o grau de cultura religiosa do postulante, de modo a assegurar que tenha o conhecimento necessário para fazer bem o noviciado. De modo especial, devem-se apresentar explicitamente ao postulante as duas modalidades da vocação do Paulino, ou seja, a de Irmão ou a de Padre.

Prioriza-se neste ano o estudo de castelhano para melhor inserção no noviciado ibero-americano.

A província dos Paulinos do Brasil participa do Noviciado Paulino Ibero-americano, iniciado em Medelín, Colômbia, em 2006. Para esta etapa, portanto, segue-se o estabelecido para esse noviciado, baseado nas definições e exigências das Constituições e do Diretório, bem como na Ratio Formationis.

Período entre a primeira profissão e a profissão perpétua. Nessa etapa, o religioso procura amadurecer sua opção de vida, de modo a assumir integralmente o carisma paulino, podendo assim emitir com liberdade a profissão perpétua.

O juniorado tem por objetivo oferecer ao professo temporário experiência de vida comunitária, exercício apostólico especializado, com acompanhamento personalizado, de modo que se fortaleça para viver a consagração por toda a vida.

Para a inserção apostólica, devem-se levar em conta as aptidões do jovem, de modo que possa, aperfeiçoando seus dons, realizar o apostolado Paulino com alegria.

O jovem deve dedicar se ao estudo da língua inglesa. Outros idiomas podem ser estudados, considerando a aptidão do religioso e a necessidade da missão do Paulino.

Durante o juniorado, o religioso cursa teologia, dispondo do tempo necessário para tirar maior proveito possível.

Antes de fazer o pedido para à profissão perpétua, o candidato deve ter concluído o curso de teologia.

Formação contínua compreende todo o esforço de cultivo e aprimoramento espiritual e intelectual após a formação denominada inicial. É tarefa primordial de cada religioso alimentar continuamente a espiritualidade do Paulino para que se mantenha atualizado.

Objetivo da formação contínua é cultivar os elementos fundamentais carismáticos recebidos ao longo da formação inicial, e atualizar-se, de modo que possa, conforme a fase de sua vida, exercer o apostolado Paulino.