Notícias

07/05/2019

Profissão Perpétua de Guilherme César da Silva

Os Paulinos do Brasil, juntamente com toda a Família Paulina celebraram, no último dia 04/05, a profissão perpétua do clérigo Guilherme César da Silva, na paróquia Santo Inácio de Loiola, em São Paulo–SP. Familiares e amigos estiveram presentes na solene celebração presidida pelo Pe. Luiz Miguel Duarte, que, na homilia, destacou a importância deste acontecimento no Ano Vocacional da Família Paulina. Salientou também a riqueza que a vida religiosa tem para a Igreja e o mundo. Ele assim disse:

“O ideal da vida religiosa é belo, interessante e talvez mesmo atraente. Doar a própria vida a Deus em favor do povo! É aproximar-nos muito do jeito de ser e de agir de Jesus. Ele fez isso: viveu inteiramente para fazer a vontade do Pai e colocar-se a serviço das pessoas, principalmente dos pobres e dos que estavam abertos para acolher o Reino de Deus. Mas, assim como acontece na comunidade cristã, também na vida religiosa há conflitos, porque é composta de pessoas imperfeitas”.

Por isso, Pe. Luiz Miguel quis resgatar umas instruções do Pe. Alberione sobre o exercício da consagração e da vida comunitária, na certeza de que o jovem Guilherme não iria se assustar, porque já vive esta experiência: “O estado religioso possui muitos aspectos bons; mas também incômodos e perigos a todo instante, que são “os ossos do ofício”: – perigo de receber ordens desagradáveis, penosas, dolorosas; – perigo de cair nas mãos de um superior antipático e severo, e entre irmãos pouco agradáveis; – perigo de ser mal interpretado e colocado de lado; e quantos já sofreram essa provação!… – perigo de ser destinado a lugares difíceis, inclusive para a saúde; – perigo de ser transferido de repente; – perigo de receber uma tarefa ingrata, que pode parecer também desproporcional. E quando o perigo se tornar realidade? Olhar, então, para Jesus: “Seja feita não a minha, mas a tua vontade”. {UPS I 525}

Ao final da celebração, foi lida a mensagem do Superior Geral, Pe. Valdir José de Castro, para a ocasião. O clérigo Guilherme César agradeceu a todos os presentes e destacou sua gratidão por todos aqueles que o acompanharam na formação ao longo dos anos de caminhada. Após a Missa, houve um almoço festivo, na companhia de alguns convidados.