Quem somos

Somos os Padres e Irmãos Paulinos, fundados em Alba, Itália, pelo Bem-aventurado Tiago Alberione, a 20 de agosto de 1914. Nascemos para evangelizar com os meios de comunicação e empenhados na evangelização, tendo a Bíblia como principal publicação e na promoção humana, com os meios mais eficazes de comunicação. Nossa missão não consiste só em utilizar linguagens e tecnologias novas, mas também em ser protagonista no pensar a comunicação, contribuindo para que ela se torne sempre mais humana à luz da boa-nova de Jesus Cristo. De fato, hoje a comunicação é um verdadeiro mecanismo que influencia fortemente a vida das pessoas em todas as suas dimensões.

No Brasil chegamos no dia 20 de agosto de 1931 no porto de Santos, com destino à cidade de São Paulo. Os primeiros Padres Paulinos no Brasil foram os italianos Xavier Boano e Sebastião Trosso. O Brasil, “terra de todos os povos”, era o primeiro país a receber as sementes de uma nova forma de evangelização: através dos meios de comunicação social. E a primeira cidade a acolher tal dádiva não poderia ser outra, senão São Paulo, a metrópole que leva o nome do incansável “apóstolo da comunicação”: São Paulo Apóstolo.

Graças à fé e ao trabalho intenso dos Padres e Irmãos Paulinos e de seus colaboradores, a missão se desenvolveu espalhando-se por todo o território nacional. Os Paulinos vivem em comunidades e estão presentes em 29 países, nos cinco continentes. Trabalham em diversos meios de comunicação. No Brasil, as comunidades dos Paulinos estão presentes em São Paulo no bairro da Vila Mariana, Ibirapuera, na Rodovia Raposo Tavares e na cidade de Campinas (SP) e Belo Horizonte (MG).

Através da Editora PAULUS e das 30 Livrarias PAULUS presente em quase todo o território nacional com a publicação e distribuição de livros, revistas, jornais, Bíblia, cartões, posters, CD’s, DVDs, faculdade, programas radiofônicos e televisivos, Internet, redes sociais e acolhida cristã… os Paulinos buscam anunciar a mensagem de amor, justiça e paz de Jesus Cristo com os novos meios de comunicação.

O testemunho cristão na comunicação não pode parar. Por isso, fiéis às orientações do Bem-aventurado Tiago Alberione, os Padres e Irmãos Paulinos utilizarão sempre os mais rápidos e eficazes meios de comunicação que a ciência inventar.

Além da capacidade de ler os sinais dos tempos, Alberione deixou uma espiritualidade original não só aos Paulinos, mas a todos os comunicadores cristãos. Ele deu um sentido profundo ao trabalho com os meios de comunicação, para que esses fossem colocados a serviço da evangelização e da promoção humana. Insistia que a missão do comunicador é como a de Maria: dar Jesus ao mundo. De fato, os destinatários esperam dos comunicadores palavras de fé, de esperança e de coragem.

Os meios de comunicação, à luz da espiritualidade dos Padres e Irmãos Paulinos, adquirem valor sobrenatural. Padre Alberione dizia aos Paulinos: “A máquina, o microfone, o vídeo, são o nosso púlpito; a tipografia, a sala de produções, de projeção, de transmissão, são como a nossa igreja. As tentações são muitas, mas façamos nosso o lema de são Paulo: ‘Faço tudo pelo Evangelho’”.